Como Criar um Perfil Profissional no LinkedIn

Todo vendedor sabe que o network é fundamental para ter sucesso em vendas. Uma das redes sociais que mais cresce no mundo é o LinkedIn. No artigo de hoje vamos dar 10 dicas de como criar um perfil profissional no LinkedIn e, além disso, dar algumas orientações de como os profissionais de vendas devem se comportar para potencializar seu network e, consequentemente, suas vendas!

O LinkedIn como Ferramenta de Vendas!

O LinkedIn surgiu com um único propósito: conectar profissionais! Dessa forma, tenha sempre em mente que essa rede social é focada no ambiente corporativo e você deve evitar, desde o início, qualquer tipo de menção a sua vida pessoal.

O LinkedIn como Ferramenta de Vendas

O LinkedIn como Ferramenta de Vendas

Se você for um vendedor moderno e tiver uma conta no Twitter, por exemplo, não aconselho que conecte suas contas para que as atualizações de uma apareçam na outra automaticamente, pois são objetivos TOTALMENTE distintos!

Como Usar o LinkedIn como Ferramenta de Vendas:

Para utilizar o LinkedIn como ferramenta de vendas, aprimore o hábito de se conectar com colegas de trabalho, com seus fornecedores e com seus clientes. Dessa forma, você estará presente no circulo de atuação do seu mercado.

Consequentemente o próprio LinkedIn vai trazer “pessoas que talvez você conheça” e profissionais que podem ser interessantes você se conectar.

Minha primeira orientação é: CONECTE-SE! Mesmo que você não conheça a pessoa pessoalmente, solicite a conexão e se apresente, identificando-se e informando a empresa que você representa.

O LinkedIn como Ferramenta de Conhecimento!

O LinkedIn além de ser uma excelente ferramenta de relacionamento é também uma excelente ferramenta de prospecção. Você pode usufruir dos grupos, que são união de profissionais em torno de um determinado assunto com um único objetivo: trocar experiências e aprendizado mútuo!

Minha segunda orientação é que você participe de grupos que estejam relacionados ao seu segmento de mercado, pois é uma forma de conhecer outros profissionais, fornecedores e potenciais clientes!

O LinkedIn como Ferramenta de Conhecimento

Quer aprender a vender e conhecer novos clientes? Use o LinkedIn como Ferramenta de Conhecimento

10 dicas de Como Criar um Perfil Profissional no LinkedIn

Para criar um perfil profissional no LinkedIn não é necessário, a princípio, a versão paga. Após acessar o site da empresa e efetuar o seu cadastro com seu principal email, siga essas orientações e você terá um grande resultado:

1. Utilize Foto e Nome Completo

Isso pode soar como básico né? Mas não! Muitas pessoas, logo ao criar seu cadastro no LinkedIn, esquecem de colocar uma foto que as represente. Utilize uma imagem profissional, com roupa social e dê preferência à fotos que focalizem o seu rosto.

 10 dicas de Como Criar um Perfil Profissional no LinkedIn - Utilize uma Foto e seu Nome Completo

Utilize uma foto e seu nome completo para enriquecer seu perfil no LinkedIn!

Além do mais, use seu NOME COMPLETO! A melhor forma de ser encontrado no LinkedIn é colocando seu nome corretamente. Se for possível, NÃO abrevie nomes do meio.

2. Use um Título Profissional:

Assim que for para a próxima etapa, preencha corretamente a sua posição atual e as suas últimas atividades. Coloque de uma forma profissional e que seja interessante para seus potenciais clientes e parceiros.

1515Para as pessoas conseguirem achar você facilmente, use um título profissional que esteja familiarizado com seu segmento de mercado.

Caso você não esteja empregado, insira neste local sua especialidade e NUNCA coloque “a procura de uma nova oportunidade” ou frases similares. Para exemplificar, se eu estivesse buscando uma nova oportunidade, colocaria da seguinte forma no meu perfil: “especialista em Gestão Estratégica de Vendas”.

3. Utilize os Campos Interesse e Experiência:

No campo interesse, coloque apenas os seus interesses relacionados à carreira profissional e os interesses que você acredita ser relevantes para seus clientes e parceiros.

No caso da experiência, Inclua em seu perfil suas 3 últimas experiências profissionais. Mencione o nome da empresa, seu cargo e o período que atuou. Cuidado nessa etapa, pois o sistema é um pouco confuso e você pode se perder com as datas.

Inicie pelas empresas mais antigas, para não ocorrer do seu atual cargo ficar abaixo do seu antigo emprego. Outra orientação é que mudanças de CARGO são consideradas pelo LinkedIn!

DICA EXTRA: Não é necessário colocar TODAS as posições em uma única organização. Você cresceu em sua empresa e teve promoções? Ótimo! Enfatize essas qualidades no campo DESCRIÇÕES e mantenha o campo CARGO para sua posição!

4. Formação Acadêmica:

No mesmo campo das “experiências profissionais” você pode inserir todo seu histórico acadêmico. Procure manter uma sequência como, por exemplo, nível técnico, bacharelado, pós-graduação, mestrado e doutorado.

Além disso, insira outras áreas de estudos e cursos adicionais que você tenha feito, mesmo que não esteja diretamente relacionado com sua profissão hoje. Caso tenha participações extracurriculares, acrescente também.

5. Colocando suas Atividades:

Descreva suas atividades principais, o que você desenvolve frequentemente dentro da sua empresa e também suas principais vendas nas empresas em que atuou ou ainda atua. Sabe aquele projeto que você desenvolveu e se orgulha? Coloque nesta etapa!

Colocando suas Atividades no seu perfil do LinkedIn

Quer se destacar e mostrar seu trabalho? No campo PROJETOS, insira seus melhores projetos ou cases de sucesso. Quanto mais informação sobre você e seu trabalho, melhor!

Se você tem alguma experiência com trabalhos voluntários compartilhe neste espaço. Isso ajudará nos mecanismos de busca de seus contatos e poderá ser um canal para conhecer pessoas com os mesmos ideais.

6. Idiomas:

Se você possui fluência em outro idioma ou mesmo trabalha em uma multinacional, aproveite para ter seu perfil do LinkedIn em outros idiomas. Mantenha uma versão em inglês e outra em espanhol para aumentar suas chances de conexão.

Porém, gostaria de enfatizar que você é BRASILEIRO! Dessa forma, mantenha a versão em português e disponibilize as demais.

7. Conexões:

Mantenha o foco das conexões no seu mercado de atuação, para facilitar o relacionamento e a prospecção de clientes. Comece procurando as pessoas com quem você trabalha e depois seus clientes.

Para aumentar as vendas é preciso estar em contato com o maior número de pessoas possíveis. Dessa forma, conecte-se com outros profissionais do seu segmento de mercado.

8. Recomendações:

Se for possível, tenha recomendações de profissionais que trabalharam com você e ocuparam cargos relevantes nas empresas em que você atuou.

Minha dica é que você solicite por email algumas recomendações aos seus ex-colegas de trabalho para que eles possam fazer isso, com sinceridade!

9. Faça Publicações:

A melhor forma de estar presente no cotidiano do seu cliente é mantendo-o informado, certo? Utilize o LinkedIn para postar notícias e informações dos seus produtos ou da sua empresa. Nunca comente algo pessoal e foque SEMPRE no relacionamento profissional!

Acredite: a probabilidade do seu cliente ter interesse nesse conteúdo é maior do que se estivesse no Facebook!

10. Informações de Contato

Mantenha SEMPRE seus contatos atualizados e acessíveis. Outra dica é que você fique de olho nas mensagens inbox (uma espécie de email interno), pois muitos se comunicam por esse mecanismo!

DICA EXTRA:

Procure por perfis de HEADHUNTERS e após fazer, reformule seu perfil profissional com as dicas acima, entre em contato com eles solicitando amizade deles!

Acredite, eles vão te aceitar e analisar você, pois este é o trabalho deles. O LinkedIn veio justamente para facilitar o trabalho deles (eu mesmo já recebi dois contatos)!

Boas Vendas e SUCESSO!