PNL em vendas

PNL é Ciência? Descubra a Resposta e ainda 3 motivos do Porquê usar

Leandro Munhoz Moreira
Escrito por Leandro Munhoz Moreira em 23 de abril de 2018
PNL é Ciência? Descubra a Resposta e ainda 3 motivos do Porquê usar
Faça como mais de 42.975 Super Vendedores

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos

PNL é Ciência? É um método aprovado cientificamente?

O assunto é bastante polêmico. Enquanto alguns negam que PNL é ciência, outros têm argumento bastante convincentes para dizer o contrário.

O fato é que as ferramentas da Programação Neurolinguística são testadas com sucesso cada vez por mais gente.

Vamos discutir o assunto neste post para que você chegue à sua conclusão.

O nascimento da PNL

Os estudos começaram durante os anos 70, na Universidade de Santa Cruz, na Califórnia, e tiveram como precursores o estudante de psicologia Richard Bandler e o professor de linguística John Grinder.

Desde o início eles tentaram identificar quais padrões internos e externos de comportamento de terapeutas famosos na época, tanto na linguagem não verbal (corporal) quanto na linguagem oral (falada).

A pesquisa foi ampliada por outros estudantes para outras áreas como negócios, artes e criação.

A resposta ao estudo foi de que existe sim um padrão de comportamento e de linguagem que ajuda a realizar atividades com excelência.

Em outras palavras, todos nós temos um modelo mental que seguimos, mesmo que sem perceber.

Este modelo é baseado em pressupostos, generalizações, ilustrações, imagens ou histórias que influenciam nossa maneira de “enxergar” o mundo e nas nossas atitudes.

Argumentos contra

Quem é negativo à afirmação de que PNL é ciência afirma que ainda não há evidências científicas suficientes para que a Programação Neurolinguística tenha este status.

Outra argumentação é de que a PNL poderia estar apenas se apropriando de regras que o bom senso e o conhecimento comum já conhecem, mas que “embaladas” de forma diferente formam um novo tipo de “produto”.

Argumentos a favor

Já quem afirma que sim, PNL é ciência, argumenta que o próprio nascimento desta linha de pensamento como um estudo em psicologia mostra que é necessário um processo científico para chegar às conclusões da Programação Neurolinguística.

Além disso, a PNL ajuda a alcançar resultados mais rapidamente, ajuda a identificar e entrar no modelo do mundo do outro, auxilia e melhora as relações interpessoais, serve de instrumento para influenciar pessoas e saber quando estão mentindo.

Conclusões

Cada um tem as suas próprias conclusões e o tempo provavelmente nos dará um veredito no futuro.

O fato é que você pode pesquisar na internet e encontrará diversos relatos de profissionais que estão usando PNL em vendas e estão conquistando resultados muito melhores do que os que apresentavam antes do uso desta técnica.

PNL é ciência?

Com a Programação Neurolinguística você pode:

1 – Conhecer melhor a si mesmo

Entender como funciona o seu próprio processo de tomada de decisões é fundamental.

Autoconhecimento é a chave para que você melhore os seus pontos negativos e potencialize os seus pontos positivo.

2 – Conhecer melhor o seu cliente

Saber como funciona o raciocínio e a percepção e mundo do seu cliente pode lhe ajudar a melhorar seus contatos, tornando-o mais útil ao seu cliente.

3 – Melhores soluções, melhores vendas!

Solucionar de maneira mais eficaz os problemas que o cliente tem (usando técnicas de PNL) irá gerar uma sensação de parceria, de entendimento.

Isso é fundamental para fidelizar seu cliente e fazer mais e melhores vendas.

Siga navegando no blog Supervendedores para saber tudo sobre PNL!

Até a próxima!

E ae? Terminou a leitura? ;)

O que você achou desse conteúdo? Conte pra nós, logo abaixo?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Junte-se a mais de 44.721 Super Vendedores! :D