Recrutamento e Seleção

6 técnicas de recrutamento para diminuir a taxa de demissão de contratações recentes

Leandro Munhoz Moreira
Escrito por Leandro Munhoz Moreira em 3 de setembro de 2018
6 técnicas de recrutamento para diminuir a taxa de demissão de contratações recentes
Faça como mais de 42.975 Super Vendedores

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos

Um bom processo de recrutamento e seleção não termina quando o novo funcionário é contratado. É preciso ainda cuidar da adaptação deste novo colaborador e se ela não for bem estruturada, você pode ter que refazer todo o processo em algumas poucas semanas (alguns poucos dias em alguns casos).

Essas demissões precoces fazem com que a empresa perca tempo e investimento, mas existem técnicas de recrutamento que funcionam para minimizar o risco de demissão de contratações recentes. Descubra quais as 6 técnicas de recrutamento:

1 – Elabore um bom desenho de cargos

O desenho de cargos é um documento que mapeia cada atividade desenvolvida na empresa.

Com ele você terá o perfil desejado para a vaga, os requisitos mínimos para contratação de funcionários (formação acadêmica, tempo de experiência na área), as principais atribuições do cargo, o horário de trabalho, as responsabilidades e remuneração entre outras informações.

2- Defina o perfil do candidato ideal

Você precisa de alguém mais experiente ou um perfil mais jovem para a vaga?

A formação e o grau de escolaridade são de que tipo? A técnica de recrutamento aqui é definir muito bem o perfil (baseado no desenho do cargo em questão).

Contratar a pessoa certa para determinada posição minimiza a possibilidade de uma demissão precoce.

3 – Escolha o tipo de recrutamento ideal

Existem o recrutamento interno, quando a empresa promove ou muda um funcionário de setor.

O recrutamento externo que é quando se busca o profissional no mercado. Existe também o recrutamento misto, quando se busca o novo colaborador tanto dentro da empresa quanto for.

Além disso, temos o recrutamento online, quando são usadas ferramentas de internet para se encontrar o novo funcionário.

Se você pretende que o cargo seja ocupado por alguém que conheça os procedimentos internos da empresa, um recrutamento interno pode ser o melhor caminho.

Se o conhecimento que você busca é muito específico, talvez a melhor escolha seja um recrutamento online.

4 – Planeje o processo de recrutamento e seleção

São oito as etapas de um processo de seleção: desenho de cargos, prospecção dos candidatos, triagem dos currículos, entrevista prévia, seleção de profissionais, entrevista com os finalistas, contratação e integração do contrato e feedback com os reprovados. Portanto, crie um cronograma e estabeleça o controle sobre cada uma das etapas para ter o melhor resultado.

5 – Envolva os líderes no processo e seja transparente

Discuta as técnicas de recrutamento com os líderes das suas equipes e apresente de modo claro para os candidatos o modelo de gestão de pessoas que é usado na empresa. Não adianta gastar muito tempo e no fim das contas escolher um candidato que não se enquadre no modelo de gestão ou que não esteja de acordo com as ideais de quem vai lidera-lo.

Integração do contrato

O processo de recrutamento e seleção de pessoal propriamente dito chegou ao fim.

Cuide agora para que a integração do novo colaborador com os demais funcionários e com a empresa em si seja rápida e eficiente. Por isso, extraia o melhor de suas habilidades desde o primeiro dia de trabalho.

Até a próxima!

E ae? Terminou a leitura? ;)

O que você achou desse conteúdo? Conte pra nós, logo abaixo?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Junte-se a mais de 42.975 Super Vendedores! :D