Conheça os 4 Tipos de Negociação e como Maximizar Seus Fechamentos!

Nem toda a negociação é igual e, em determinado momento é preciso entender em qual dos tipos de negociação você está para extrair o melhor resultado dela. Em alguns momentos, você pode sacrificar a sua margem de lucros tendo em vista uma negociação futura. Em outros casos, abrir mão dos seus rendimentos pode ser um tiro na água.

Mas como saber em qual dos tipos de negociações você está? E como determinar a melhor condução ao negociar? O blog SuperVendedores preparou este post com os quatro principais tipos de negociação e suas características para que você faça o melhor negócio.

tipos de negociação

Negociação acidental

Este é o menos importante dos tipos de negociação. Ele se dá quando você nunca mais verá este determinado cliente, ou seja, não há um relacionamento entre as partes. Imagine-se na fila de um supermercado e você cede a sua vez para uma pessoa estranha com mais peso. É mais ou menos assim. Uma oportunidade é sempre uma oportunidade, mas neste tipo de negociação o resultado tem menos importância já que não trará ganhos futuros.

Negociação cooperante

Ao contrário do item anterior, as dicas para negociação cooperante são: cuide muito bem deste relacionamento, mesmo que o resultado em um primeiro momento não sejam os melhores. Neste estilo de negociação, o seu cliente é um parceiro que deve trazer muitos bons resultados no futuro, seja com novos contratos, seja com a indicação de novos clientes. Cuide muito bem dele para que novas oportunidades possam surgir no futuro.

Negociação equilibrada

Como o próprio nome diz, neste tipo de negociação devemos buscar o equilíbrio, ou seja, é necessário extrair resultados ao mesmo tempo em que é preciso preservar o relacionamento. Por isso é considerada a mais difícil das negociações, já que tem dois objetivos bem claros: o bom resultado e o relacionamentos de longo prazo. Um bom exemplo se dá dentro de uma empresa. Imagine que o seu chefe lhe ofereça um curso interessante que dura um fim de semana (uma boa oportunidade). Neste caso você pode negociar uma folga (uma contrapartida) de forma a que todos ganhem ao mesmo tempo.

Negociação utilitária

Neste tipo de negociação, os relacionamentos são menos importantes, mas os resultados são de altíssima importância. O objetivo é fechar uma boa venda, mesmo que não haja uma preocupação em manter uma parceria com este mesmo cliente para transações futuras. É a negociação mais usada quando uma grande oportunidade de mercado surge naquele momento, mas não há indicação de que ela se repita no futuro.

Entender bem estes quatro tipos de negociação vai permitir que você reserve o tempo e os recursos necessários para cada tipo de cliente. Como já falamos, cada negociação deve ser tratada como única e o seu investimento para cada cliente também deve ser diferenciado.

Siga navegando no blog Supervendedores para muito mais dicas de negociação e vários outros assuntos sobre o universo das vendas. Boas dicas significam metas mais perto de serem batidas!

Até a próxima!!!