Recrutamento e Seleção

Conheça as mais efetivas técnicas de recrutamento digital e seleção a distância!

Leandro Munhoz Moreira
Escrito por Leandro Munhoz Moreira em 3 de setembro de 2018
Conheça as mais efetivas técnicas de recrutamento digital e seleção a distância!
Faça como mais de 42.975 Super Vendedores

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos

Em muitos momentos é necessário a contratação de funcionários altamente qualificados. Mas, sabemos que este tipo de profissional não é facilmente encontrado no mercado de trabalho. Por isso, é necessário ampliar a área de procura e um aliado poderosíssimo nesta hora é a internet. É aí que entra o recrutamento digital

As novas tecnologias digitais geraram novas práticas de gestão de RH, com impacto direto nas técnicas de recrutamento. Isso, em especial, quando falamos de recrutamento e seleção a distância.

Hoje podemos encontrar com muito mais facilidade este profissional altamente qualificado que está sendo buscado.

No entanto, alguns cuidados devem ser tomados para que essa facilidade não se transforme em uma grande dor de cabeça.

A equipe do blog SuperVendedores pesquisou sobre o assunto e, vamos apresentar as mais efetivas técnicas de recrutamento digital. Siga acompanhando!

O recrutamento digital e a seleção a distância

Sim é possível (e até aconselhável em alguns casos) realizar processos seletivos a distância. Para isso, você pode fazer uso de ferramentas que estão presentes na internet.

Ao adotar este modelo de seleção, a empresa oferece mais flexibilidade ao candidato.

Para ele, não será preciso gastar tempo com descolamento e nem enfrentar trânsito para cumprir o horário de uma entrevista de emprego, por exemplo.

Além de ampliar o alcance demográfico da busca pelo novo profissional (e a possibilidade de encontrar o perfil desejado), o recrutamento digital também permite uma redução de custos bastante desejada.

Ferramentas de monitoramento online

Um bom gestor de RH está apto a traçar o perfil de consumidores e de profissionais.

Para isso, ele faz uso das ferramentas de monitoramento online. Essas ferramentas possibilitam identificar as aspirações e ambições profissionais daqueles que estão no mercado de trabalho, ou seja, usando as ferramentas disponíveis na internet, o gestor entende o que o profissional busca em sua carreira, o que espera da empresa que vai o contratar e como ele se encaixa em uma estrutura de uma organização.

Uma análise excelente garante que o novo funcionário tenha um perfil que se encaixe na cultura empresarial estabelecida, com comportamentos que estejam de acordo com o que a missão e os valores estabelecidos pela empresa.

Esta manobra reduz (e muito) as chances de uma demissão após contratação recente, eliminando um potencial desperdício de tempo e investimento no processo de seleção e recrutamento.

Redes sociais como aliadas do recrutamento

Hoje é muito raro encontrar um candidato a uma vaga de empresa que esteja completamente ausente das redes sociais. Seja Facebook, Twitter, Instagram ou Linkedin.

É claro que, se o público alvo da busca por um novo funcionário está nestas redes, o processo de recrutamento pode ver nelas uma ferramenta de muita utilidade.

Para fazer uso desta ferramenta, em primeiro lugar, o responsável pela seleção pode fazer a divulgação da vaga nestas mídias.

O que atingirá, assim, o público que ele busca. A facilidade de comunicação que as redes sociais proporcionam torna o processo de tirar dúvidas e confirmar informações muito ágil.

Outra vantagem de se colocar as redes sociais entre as técnicas de recrutamento está no fato de que a partir delas é possível fazer um mapeamento comportamental de cada candidato.

Desta forma, o gestor de RH tem a possibilidade de estudar qualquer tendência de comportamento e comparar com o que a empresa espera de um colaborador.  

Muito cuidado com o conteúdo

Para um maior alcance da divulgação, também é recomendável a criação de um blog com conteúdo que cative os candidatos e gere engajamento.

Quanto melhor o conteúdo, mais engajamento será gerado e o processo de recrutamento terá mais alcance.

Neste blog, o internauta deverá ter acesso a conteúdos como posts, e-books, infográficos e vídeos (curtos, de preferência). Além disso, poderão ter eventos sobre o tema, imagens personalizadas, áudios e quaisquer outros recursos que possam gerar envolvimento.

Atingindo um maior número de pessoas com esta divulgação, aumentam as chances de que a contratação seja feita com sucesso no fim do processo de recrutamento e seleção, mas atenção: hoje existem sites e perfis em mídias sociais que são especializados em denunciar recrutamentos que apresentem problemas como sexismo, preconceito e qualquer outro tipo de discriminação.

É preciso muito cuidado com o texto desta divulgação, afinal estamos lidando com a imagem da empresa.

Se a sua empresa tem um departamento de marketing, ele pode auxiliar na divulgação da vaga.

O que perguntar em uma entrevista a distância?

A tecnologia permite que as entrevistas de empregos sejam feitas a distância.

O candidato pode estar em outra cidade, estado ou até mesmo outro país. Isso não será empecilho para que uma boa entrevista seja realizada.

Ferramentas como o Skype, o Hangouts ou similares funcionam muito bem para esta tarefa.

As técnicas de recrutamento não pedem perguntas específicas quando a entrevista é feita online.

O entrevistador deve, assim como no sistema cara-a-cara tentar extrair as habilidades do entrevistado durante as perguntas.

Outra vantagem aqui é que o gestor responsável pela seleção também poderá medir um pouco dos conhecimentos sobre este tipo de tecnologia com o entrevistado.

Outros tipos de recrutamento e seleção

Ao falar de técnicas de recrutamento e seleção, é necessário saber também que há outras formas de contratar novos colaboradores.

Essas técnicas também têm suas vantagens. Mas, é preciso conhecê-las para saber qual se adapta melhor à demanda do momento.

Além do recrutamento digital, podemos citar também:

  • Recrutamento interno – Quando a busca pelo novo funcionário é feita dentro da própria empresa, dando a colaborados a oportunidade de subir de cargo ou de trocar de setor.
  • Recrutamento externo – Quando se busca os novos funcionários fora da empresa. Tem a vantagem de poder trazer novos talentos para a empresa.
  • Recrutamento misto – Quando se busca ocupar a vaga em questão tanto com funcionários que já estão no quadro da empresa quanto com profissionais que estão no mercado de trabalho.

Saiba muito mais

Siga navegando no blog SuperVendedores para muitas outras dicas sobre técnicas de recrutamento e muitos outros assuntos ligados ao mundo das vendas.

Mande também para a nossa equipe suas críticas, elogios, dúvidas e sugestões.

Até a próxima!

E ae? Terminou a leitura? ;)

O que você achou desse conteúdo? Conte pra nós, logo abaixo?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Junte-se a mais de 42.975 Super Vendedores! :D